Categorias

Atualizações

Comentários recentes

Pesquisa

Arquivos

julho 06, 2008

Trecho do Livro: Dinheiro - Os Segredos de Quem Tem | Gustavo Cerbasi

0 comments
Links patrocinados

Trecho do Livro: Dinheiro - Os Segredos de Quem Tem | Gustavo Cerbasi

Gustavo Cerbasi é mestre em Administração pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (USP/FEA) e graduado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Possui especializações em Finanças pela Stern School of Business (New York University/NYU) e pela Fundação Instituto de Administração (FIA).

Livros Dinheiro Os Segredos de Quem Tem Gustavo Cerbasi BooksLivro: Dinheiro - Os Segredos de Quem Tem
Brasil | World

Você está tranqüilo em relação ao futuro? Se estivesse, poderia considerar-se uma agulha em meio a um imenso palheiro, tão felizardo quanto um ganhador de loteria. Você seria uma rara exceção. Mas tenho certeza de que não está, caso contrário não leria este livro.

Sou palestrante, professor e consultor de finanças. Convivo diariamente com pessoas que buscam solução para seus problemas financeiros. Conheci muita gente humilde, que vive com muito pouco dinheiro, mas não tem a menor esperança de algum dia possuir “algo mais” na vida. Convivo também com gerentes de empresas, estudantes de boas instituições de ensino. Muitos até se consideram experts em finanças, mas a maioria nem sequer tem expectativa de aonde quer chegar.

Este livro surgiu da dor, como profissional da área, de ver tanta gente perder rios de dinheiro sem se dar conta - acredite, você faz isso! -, de ver tanta gente sofrer na terceira idade por ter passado a vida toda contribuindo para uma Previdência que hoje não paga seu alimento. Não se pode confiar exclusivamente na Previdência. Na década de 1960, cerca de trinta trabalhadores contribuíam para a Previdência Social para cada aposentado; hoje praticamente cada trabalhador sustenta um aposentado. E a razão disso não é o fato de menos trabalhadores contribuírem, e sim mais aposentados viverem por mais tempo.

Como será no futuro? Certamente, não poderemos confiar nossa sorte à proteção do governo: temos de garantir sozinhos nossa sobrevivência com dignidade e conforto. Não será também a empresa para a qual trabalhamos que vai garantir nosso futuro. Muitos executivos de sucesso têm grande parte de seu padrão de vida mantida pela empresa para a qual trabalham. Ganham bons salários, mas são incentivados, a título de status, a manter um nível de gastos elevado, que muitas vezes compromete grande parte desses salários. Seu bom carro, sua boa casa, seu título de um bom clube, seus hobbies e muitos outros mimos são bancados pela empresa. Mas esses executivos perceberão que ninguém dura para sempre em um time e se verão obrigados a deixar seu posto. Com sua saída da empresa irão também seu carro, sua casa e tudo o mais. Como explicar à família que o padrão de vida agora será outro? E os amigos? E então toda a poupança formada com as sobras do salário executivo será utilizada na manutenção do elevado padrão de vida de outrora, consumindo-se completamente em pouco tempo. Tais executivos de sucesso provavelmente terão a vida encurtada por problemas emocionais à medida que perceberem o esgotamento de seu patrimônio. Em que momento da vida ou de seus planos eles erraram?

Ao longo deste livro, você perceberá que pessoas que enfrentam esse tipo de problema erraram na atitude em relação ao dinheiro. Seus planos de poupança visavam algo nebuloso, talvez uma poupança cuja única importância era tornar-se cada vez maior. Se o dinheiro sobrava, havia então uma poupança. Caso contrário, esperava-se o mês seguinte com certa expectativa de que alguma coisa sobrasse.

Tenho muito orgulho de ser brasileiro, gosto muito de nossa terra, nossos hábitos de vida e de lazer. Sou daqueles que falam de sua origem de boca cheia quando vou ao exterior. Mas sou obrigado a reconhecer que algumas heranças latinas de nossas características culturais são extremamente negativas para nossa sobrevivência. Uma delas é o imediatismo. Dificilmente pensamos no futuro quando tomamos nossas decisões. E há grande contradição nessa forma de pensar, pois nós, brasileiros, vivemos continuamente a sensação de insegurança. Insegurança quanto ao emprego, quanto ao valor de nosso aluguel, quanto à alíquota de impostos que pagamos, quanto aos investimentos que fazemos...

Mesmo assim, temos uma cultura extremamente imediatista, focamos apenas o presente para tomar nossas decisões. A construção de sua riqueza requer não somente alguns procedimentos aqui apresentados mas também uma mudança de postura. Não adianta se arriscar a aplicar as ferramentas apresentadas nos próximos capítulos se não houver mudança de atitude. Trace um plano. Determine aonde você quer chegar ou o padrão de vida que deseja ter. Mude alguns maus hábitos. Fazendo isso, estará pronto para crescer financeiramente. Este livro foi escrito para um público seleto, independentemente da renda de cada um. Foi escrito para pessoas que se convenceram de que podem mudar seu futuro para melhor com o próprio esforço. Se você já errou muito, perdeu muito dinheiro na vida, perdeu muitos anos de salário sem saber como construir a riqueza fico contente de que esteja lendo este livro. Sempre há tempo de retomar um plano de vida, afinal a medicina pode nos levar longe! Se você nem sequer entrou na faculdade e já está preocupado com seu futuro, melhor ainda, porque não houve tempo de cometer muitos erros, e sua riqueza virá para você desfrutar com muita tranqüilidade a maior parte de sua vida. Quanto mais cedo seu plano de riqueza começar, mais cedo você alcançará seus objetivos e mais tempo terá para colher seus frutos. Sua aposentadoria poderá ocorrer muito antes de você atingir o auge de sua capacidade intelectual, o que lhe dará a oportunidade de fazer planos mais ambiciosos para o futuro.

Espero que este livro não seja simplesmente mais um dentre vários manuais de práticas financeiras para determinado momento de nossa economia. Espero que sirva de guia de uma verdadeira transformação de sua postura na prosperidade. Tenha-o sempre ao seu alcance na prateleira: alguns conceitos aqui apresentados voltarão a lhe ser úteis dentro de algum tempo.

----- 
+ Veja também:



Notebooks
Comments
0 comments
Atualizações feedFeed | twitterTwitter

Postar um comentário